17 de abril de 2024
Campo Grande 21ºC

CORUMBÁ (MS)

Denunciado por corrupção e falsidade ideológica, Marcelo Iunes mente para emplacar 'pupilo'

Chefe do Executivo corumbaense aposta na fake news contra outros nomes tucanos

A- A+

O prefeito tucano Marcelo Iunes, de Corumbá (MS), denunciado por corrupção eleitoral e falsidade ideológica eleitoral, crimes que supostamente garantiram sua reeleição em 2020, tenta agora emplacar um 'pupilo' para eleições 2024 ao Executivo da Cidade Branca. 

Iunes quer, como seu sucessor, o seu secretário de governo Luís Antônio (o Pardal). O problema: o PSDB, incluindo Reinaldo Azambuja (ex-governador), tem outros nomes mais influentes.  

Assistindo o fim de seu mandato em Corumbá, Iunes divulgou uma nota com tom enganoso em sua rede social, em que afirmou ser “Pardal”, o único pré-candidato do PSDB na Capital do Pantanal. Na sua sustentação, Iunes adicionou uma foto em que está seu pupilo e o presidente estadual da legenda tucana, Azambuja. 

"Logo após a solenidade, em reunião com o ex-governador e Presidente Estadual do PSDB-MS, Reinaldo Azambuja, na presença do Vereador Roberto Façanha e do Secretário de Governo Luiz Antônio Pardal, reafirmamos o compromisso de que, em uma cidade do tamanho e importância política de Corumbá, com uma administração tucana, não pode prescindir do seu direito de ter um candidato a prefeito do partido! Luiz Antônio Pardal é o único pré-candidato do PSDB e, certamente, após um evento como o de hoje, somos sabedores que o partido vem forte para superar as expectativas em 2024! E com as palavras do presidente, não existe, em hipótese alguma, uma candidatura do nosso partido para vice-prefeito".Veja a publicação: 

O texto em que Iunes sugere ser 'Pardal' a decisão final dos tucanos para concorrer em Corumbá, entretanto, conflitou com uma nota divulgada mais tarde pela pela assessoria tucana, em que são citados mais três nomes que figuram no quadro de possíveis concorrentes do PSDB em Corumbá. 

"O PSDB de Mato Grosso do Sul possui o Pardal, a Bia Cavassa, o Bira e o Luciano como pré-candidatos à prefeitura de Corumbá até o momento. Todas as candidaturas serão respeitadas porque o partido não toma uma decisão unilateral. A caminhada está começando e vamos conversar com cada um deles e aquele que lá na frente estiver com as melhores condições para disputar o pleito, dentro dos nomes apresentados, será o nosso candidato", rebate a nota do PSDB.  

REELEIÇÃO MANCHADA

A aposta de Iunes em uma fake news para emplacar seu candidato tem ligação com a impunidade do passado.  

Vamos lembrar que em 2023, o procurador Pedro Gabriel Siqueira Gonçalves, do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), disse que Iunes cometeu corrupção eleitoral 24 vezes e crime de falsidade ideológica sete vezes durante a campanha. 

Os crimes previstos nos artigos 299 e 350 do Código Penal Eleitoral, somados, podem resultar em dez anos de prisão e multa. 

Conteúdos ligados a Iunes: