01 de julho de 2022
Campo Grande 30º 19º

ELEIÇÕES 2022

PSDB vai apoiar Tebet, mas Bolsonaro vem à MS lançar Riedel

Experiente no jogo político, Bolsonaro acredita que PL e PSDB devem ganhar com a aliança

A- A+

A nacional do PSDB deve formalizar amanhã (24.mai.22) o apoio oficial a pré-candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) ao planalto. Apesar disso, Jair Bolsonaro (PL) deve vir à Mato Grosso do Sul concomitantemente lançar a pré-candidatura de Eduardo Riedel, ex-secretário de Governo, apadrinhado por Reinaldo Azambuja (PSDB) e pela ex-ministra Tereza Cristina (PP).  

De acordo com o apurado, a aposta da equipe de campanha de Riedel é de que os votos que Jair Bolsonaro detém em MS migrem para o candidato tucano. Em troca, Riedel tem que convencer o povo de votar em Tereza Cristina (candidata ao Senado).

Experiente no jogo político, Bolsonaro acredita que o PL e o PSDB devem ganhar com a aliança. Riedel, apesar de novo no jogo político, tem o apoio de 70 prefeitos e mais de 518 vereadores, o que lhe dá fôlego para negociar.    

Mato Grosso do Sul é vital para a estratégia nacional de reeleição de Bolsonaro. O apoio à candidatura de Eduardo Riedel é mais um importante movimento do ex-secretário. 

Para conquistar a sucessão, no entanto, Riedel terá que desbancar ao menos 3 nomes fortes. São eles: o ex-prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD); o ex-governador André Puccinelli (MDB) e a professora, deputada Rose Modesto (União). Além desses, mais distante, está o deputado Capitão Contar (PRTB), que apesar de estar estampando cartazes ao lado de Bolsonaro, não ganhará apoio do mandatário.