03 de agosto de 2021
Campo Grande 30º 14º

Falta efetivo

Prefeitura estuda substituir guardas por câmeras de segurança

Aconteceu na manhã desta quarta-feira (13) uma Audincia Pblica na Câmara Municipal de Campo Grande. O debate foi sobre segurana pblica e contou com a presena do Secretrio Municipal de Segurana Pblica, Luidson Tenrio Noleto, Secretria Municipal de Polticas para as Mulheres, Leide Pedroso e Tenente-Coronel Almeida representando a Polcia Militar.

A Audiência foi convocada pela Comisso Permanente de Segurana Pblica da Casa de Leis, composta pelos vereadores Ayrton Arajo do PT, Otvio Trad (PTB), Dr. Lvio (PSDB), Vanderlei Cabeludo (PMDB) e Gilmar da Cruz (PRB), representantes dos conselhos tambm participaram do debate assim como a vereadora Luiza Ribeiro (PPS) que tambm esteve presente.

De acordo com presidente da Comisso, o vereador Ayrton Arajo a questo de segurana na Capital extremamente preocupante. Ayrton disse ainda que os em 2015 aconteceram cerca de 14 mil roubos e furtos somente em Campo Grande, de acordo com os registros e que a regio do Anhanduizinho a mais preocupante.

Vereador AyrtonArajo

Precisamos de aes imediatas para coibir a prtica de crimes e aumentar a sensao de segurana para a nossa sociedade. Aumentaram os ndices de roubo e violncia na nossa Capital. Hoje, um ponto de debate coibir esse tipo de violncia praticada nos bairros de Campo Grande.

O vereador Mario Csar disse que preciso cobrar mais do Estado, porque a segurana uma obrigao do Estado como um todo, porm a populao tem que fazer sua parte e colaborar com o trabalho da polcia e guarda. dever do Estado, mas responsabilidade de todos por isso, foram criados com sabedoria os conselhos comunitrios de segurana. E esse empoderamento que demos para a Guarda vem ao encontro do que a sociedade espera: junto com a PM, tentar inibir aes violentas. Agregamos valores para que haja um bem comum, mas preponderante a participao da sociedade como um todo.

O Tenente-Coronel Almeida fez questo de lembrar que existem defasagens, porm eles atendem no s a Capital, mas todos os distritos, e mesmo com toda a problemtica de viaturas e estruturas os nmeros de criminalidade principalmente na regio do Anhunduizinho diminuram segundo um balano feito de outubro do ano de 2015 at maro deste ano.

Temos algumas defasagens com efetivo, logstica, mas no motivo para vir aqui reclamar. Segurana pblica uma atividade onerosa, pois demanda contingente, logstica, e no fcil. Temos bairros com graves problemas sociais. Infelizmente, pessoas de m ndole se aproveitam de pessoas em situao desfavorvel e acabam os levando para a criminalidade. No ltimo ano, cresceu 45% o nmero de pessoas abordadas, passando de 6,5 mil para 9,5 mil. A policia est mais presente na comunidade, abordando pessoas em atitude suspeita, o que elevou tambm, em 72%, o nmero de pessoas conduzidas para delegacias, e tambm importante disser que diminuram em 40% os furtos e roubos daquela regio.

O secretrio Noleto lembrou que por muitas vezes a dficit de aproximadamente 900 agentes da Guarda Municipal dificulta o trabalho dos mesmos. Pensando assim a Prefeitura de Campo Grande estuda substituir os profissionais por cmeras de segurana e algumas unidades pblicas.

Trabalhamos com afinco nesse sentido de maximizar o efetivo existente e setorizar as aes. Vamos propor por pastas: a pasta que aderir ao processo de agregar tecnologia, ns manteremos o contingente e distribuiremos nas reas prioritrias.

Ainda de acordo com o secretrio, o efetivo atual da Guarda de pouco mais de 1,2 mil homens, e o ideal seria contratar mais 891. Temos distribudo estrategicamente nossas equipes visando patrulhamento preventivo, com objetivo de minimizar os danos ao patrimnio.

Noleto diz ainda que este ano a Guarda Municipal ser armada. Vamos trilhar um processo de profissionalizao gradativa da Guarda, atravs do curso de patrulhamento, quando passaro a atuar armados. Atravs de investimento em tecnologia, j que a guarda no conta com um sistema como o Ciops (Centro Integrado de Operaes de Segurana), vamos profissionalizar esses homens. Eles precisam ter conhecimentos especficos das reas onde esto inseridos.

Para o presidente do Conselho Comunitrio de Segurana da Regio do Bandeira, Emar Ferreira, o trabalho das foras de segurana deve ser feito em conjunto. O trabalho da Polcia tem que ser preventivo, pois, depois que o crime acontece, no adianta mais. A est a importncia de ter a comunidade junto. A Guarda precisa de preparo, efetivo e logstica. A Guarda tem boa vontade, mas precisa ter condies de desenvolver um bom trabalho. Esta a importncia de integrao entre as foras. Se cada um fizer a sua parte, melhora e muito.

Paulo Cesar Lima de Sousa, Conselheiro de Segurana da regio do Segredo, e presidente da associao dos moradores, tambm se manifestou pontuando situaes que acontecem na sua regio. Paulo comentou ainda que a sua regio a 2 maior da Capital e a segurana no local vem diminuindo com o passar dos anos. Vem diminuindo muito essa questo de segurana nos bairros, quando ramos a 4 maior regio tnhamos um efetivo satisfatrio, agora ns somos a 2 maior regio e nosso efetivo diminui muito, perdemos a nossa unidade mvel, o conselho est desestimulado e sem participao por no termos nenhum retorno.

O conselheiro lembrou tambm que a Guarda Municipal diminui muito o seu desempenho em meio comunidade. Antes a Guarda atendia mais rpido do que a PM, no desmerecendo o trabalho da PM, no que a PM no estivesse atuando, mas pelo grande nmero de ocorrncia que os policias tinham. Isso gerava um conforto para comunidade, mas foi cortado drasticamente da populao.

Violncia contra a mulher

O debate tambm teve como foco a violncia contra a mulher campo-grandense. Nmeros apresentados durante a audincia mostram que, em 2015, foram 110 agresses contra mulheres para cada grupo de 100 mil. Segundo a secretria Municipal de Polticas para as Mulheres, Leide Pedroso, o debate extremamente necessrio.

O enfrentamento violncia contra as mulheres um eixo prioritrio do nosso trabalho. Precisamos conversar a violncia que a mulher sofre na sociedade. Somos a maioria da populao, a maioria dos eleitores. Temos que contribuir com novos valores. papel da Cmara avanar e assegurar mais direitos s mulheres.

A secretria disse ainda que a prefeitura ajuda a Casa da Mulher Brasileira com cerca de R$ 200 mil em segurana patrimonial.

 

Casa do Trabalho divulga vagas de emprego disponíveis
Política
há 14 minutos

Casa do Trabalho divulga vagas de emprego disponíveis

SEJUVEL entrega premiação aos vencedores do 1º Campeonato Online de Embaixadinhas
Política
há 14 minutos

SEJUVEL entrega premiação aos vencedores do 1º Campeonato Online de Embaixadinhas

O que significa Sugar Daddy e como ter um pode mudar sua vida
COMPORTAMENTO
há 1 hora

O que significa Sugar Daddy e como ter um pode mudar sua vida

Melhores corretores online para compra e venda de criptomoeda
MERCADO FINANCEIRO
há 1 hora

Melhores corretores online para compra e venda de criptomoeda

Reforma Tributária é destaque no Ponto de Vista na TV Assembleia
Política
há 1 hora

Reforma Tributária é destaque no Ponto de Vista na TV Assembleia

Projeto dispõe sobre descarte de embalagens de bebidas não retornáveis
Política
há 2 horas

Projeto dispõe sobre descarte de embalagens de bebidas não retornáveis